Archive for the ‘Uncategorized’ Category

Veja fotos do ato contra energia nuclear em SP

28/03/2011

Vigília ocorreu na praça da Liberdade em solidariedade às vitimas da tragédia no Japão

http://g1.globo.com/sao-paulo/fotos/2011/03/veja-fotos-do-ato-contra-energia-nuclear-em-sp.html

Anúncios

Associações do bairro da Liberdade vão enviar ajuda ao Japão

16/03/2011

Organizações estão recolhendo contribuições financeiras.
Oitenta famílias já procuraram ajuda da Miyagui Kenjikai do Brasil.

http://g1.globo.com/tsunami-no-pacifico/noticia/2011/03/associacoes-do-bairro-da-liberdade-vao-enviar-ajuda-ao-japao.html

Organizações ligadas à comunidade japonesa do bairro da Liberdade, na região central de São Paulo, se organizaram para ajudar as vítimas do terremoto e do tsunami que atingiram o país nesta sexta-feira (11). Uma conta bancária foi aberta nesta segunda-feira (14) pela Federação das Associações de Províncias do Japãono Brasil para receber doações.
A associação Miyagui Kenjikai do Brasil, que funciona na Rua Fagundes, 152, aceita contribuições para encaminhar diretamente à província mais atingida pela tragédia. Por enquanto, as doações só podem ser feitas na sede da entidade – outras organizações abriram contas para o recebimento de ajuda. A associação segue recebendo pedidos de ajuda para localizar parentes que habitam na região. Oitenta famílias já procuraram a ajuda da associação. Dez pedidos de localização foram encaminhados à província.

saiba mais

“Enviamos prioritariamente os pedidos relativos às pessoas que moram mais próximo da costa, que foi a área mais atingida”, afirmou o presidente da associação, Koichi Nakazawa, que mora há 47 anos no Brasil. Ele ainda não conseguiu fazer contato com seus oito irmãos que habitam em Miyagi. “Tenho também muitos amigos que trabalham com pesca, criação de ostras, algas. Todos têm moradias muito próximo do litoral”, disse.
O contato com Sendai, capital da província, só foi restabelecido neste domingo (13). “Existem muitas brasileiras casadas com japoneses. O governo da província nem conhecia essas pessoas”, contou. “Vemos muitas informações sobre o terremoto na imprensa brasileira. O Brasil é muito próximo do Japão. Por isso, temos que nos empenhar para ajudar essas famílias brasileiras a encontrar seus parentes”, disse.
A Sociedade Brasileira de Cultura Japonesa e de Assistência Social também recebe doações para as vítimas do terremoto no Japão. A associação funciona na Rua São Joaquim, 381 (térreo), na Liberdade, região central de São Paulo. O escritório funciona das 9h às 17h30.

Serviço:
Campanha SOS Japão – Federação das Associações de Províncias do Japão no Brasil
Banco do Brasil
Agência: 1196-7
Conta corrente: 29921-9
CNPJ – 46.568.895/0001-66

Miyagui Kenjikai do Brasil
Rua Fagundes, 152, Liberdade
Horário de funcionamento: 9h às17h
Sociedade Brasileira de Cultura Japonesa e de Assistência Social
Rua São Joaquim, 381 (térreo), Liberdade
Horário de funcionamento: 9h às 17h30
Bradesco
Agência: 0131-7
Conta corrente: 112959-7
CNPJ: 61.511.127/0001-60

Beneficência Nipo-Brasileira
Bradesco
Agência: 0131-7
Conta corrente: 131.000-3
CNPJ: 60.992.427/0001-45

Brasil negocia venda de urânio enriquecido

07/02/2011

 

O governo brasileiro já negocia a venda de combustível para usinas nucleares da China, da Coreia do Sul e da França. As negociações têm por base a perspectiva de aumento do número de usinas nucleares no mundo e o alto preço alcançado pelo combustível no mercado internacional. Apesar das negociações, ainda não há uma decisão oficial sobre a produção de urânio enriquecido para a exportação.
O Brasil tem uma das maiores reservas de urânio do mundo e domina a tecnologia de produção do combustível, ainda em pequena escala. Os contatos com autoridades e empresários da área de energia da China, da Coreia do Sul e da França aconteceram no fim do mandato do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, segundo relatório de viagem a que o Estado teve acesso.
O País apresentou a proposta de venda de elementos combustíveis para as 30 novas usinas em construção na China e para os clientes da multinacional francesa Areva, maior produtora de urânio enriquecido do mundo e parceira na construção de Angra 3.
Estudo
Os contatos coincidiram com a conclusão de estudo sobre a viabilidade do enriquecimento de urânio no Brasil, feito pela Secretaria de Assuntos Estratégicos da Presidência da República (SAE) e pelo Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea).
O estudo, ainda inédito, recomenda fortemente a produção de excedentes de urânio enriquecido para a exportação e estima que o País poderia faturar US$ 1,5 bilhão por ano nesse mercado, uma alternativa não admitida até aqui oficialmente pela cúpula do governo. As conclusões apontam a oportunidade de aliar as grandes reservas brasileiras ao domínio da tecnologia de enriquecimento, de olho no mercado externo.
"A queda de braço entre fornecedores de urânio natural e fornecedores de serviços de enriquecimento favorece o segundo grupo, mas beneficia ainda mais aqueles que puderem operar integrados", afirma o texto. O estudo defende pressa para que o país entre no mercado internacional em quatro anos.

 

http://www.opovo.com.br/app/economia/2011/02/07/noticiaeconomia,2099186/brasil-negocia-venda-de-uranio-enriquecido.shtml?utm_source=twitterfeed&utm_medium=twitter