Posts Tagged ‘França’

França prepara transporte de resíduos nucleares para a Alemanha

19/11/2010
27.10.2010
AFP

O grupo nuclear francês Areva, em La Hague, na Mancha, começou a transferir resíduos nucleares para a estação de comboios de Valognes, a 35 quilómetros. Daqui, aquele que a Greenpeace considera o comboio ferroviário “mais radioactivo” de sempre, vai partir para a Alemanha.

Um porta-voz da Areva confirmou à AFP as informações da organização ecologista, segundo a qual cinco dos onze camiões previstos para transferir estes resíduos – resultantes do reprocessamento de combustíveis alemães em La Hague – já chegaram à gare de Valognes.

Segundo Yannick Rousselet, especialista em nuclear na Greenpeace em França, a partida do comboio radioactivo está prevista para 5 de Novembro.

Se o volume deste comboio for comparável ao do último comboio de resíduos vitrificados que partiu de La Hague para a Alemanha em Novembro de 2008 (123 toneladas), a radioactividade total “é um recorde”.

“Estes resíduos resultam de combustíveis alemães que tiveram uma taxa de utilização mais importante do que os anteriores (foram utilizados durante mais tempo) e, por isso, são mais radioactivos”, explicou Rousselet.

Christophe Neugnot, director de comunicação da Areva-La-Hague, garantiu que “a próxima viagem de regresso à Alemanha está perfeitamente dentro das normas das últimas viagens”.

Rousselet já preveniu que está prevista “a maior mobilização contra o nuclear da história” naquela região.

Anúncios

Greenpeace faz protestos simultâneos.

30/10/2010

O Greenpeace fez protestos simultâneos em três países, Russia, Turquia e França pedindo para que bancos internacionais parem os investimentos em energia nuclear.

 

Seis homens são contaminados por radiação na França

03/06/2010

27 de maio de 2010 | 15h 59

AE-AP – Agência Estado

Seis homens foram expostos à radiação quando tentavam consertar equipamento numa fundição no leste da França. Os seis foram levados a uma unidade hospitalar da usina nuclear e submetidos a exames logo após o incidente, ocorrido ontem na fundição da cidade de Feurs, disse Patrick Gourmelon, diretor de proteção humana do Instituto Proteção de Radioatividade e Segurança Nuclear.

“Os dados mostram que podemos considerar a contaminação significativa, mas não preocupante para a saúde dessas pessoas”, disse. “O nível não foi alto o suficiente para que houvesse impacto na saúde. Se isso tivesse acontecido com meu filho, eu dormiria em paz”, disse ele. Os homens que sofreram a contaminação serão acompanhados nos próximos dias, quando será verificado se a contaminação deixa os corpos dos trabalhadores pelo trato digestivo, afirmou ele.

Outra agência do governo, a Autoridade de Segurança Nuclear, disse que o incidente ocorreu quanto os trabalhadores estavam usando um robô para recuperar material contendo cobalto 60, que estava preso numa máquina usada para testar estruturas de engenharia. O material estava preso desde 7 de maio. A Autoridade de Segurança Nuclear considerou o incidente de ontem como nível 2, numa escala internacional de 7 usado para classificar incidentes nucleares.

 

AE-AP – Agência Estado

Seis homens foram expostos à radiação quando tentavam consertar equipamento numa fundição no leste da França. Os seis foram levados a uma unidade hospitalar da usina nuclear e submetidos a exames logo após o incidente, ocorrido ontem na fundição da cidade de Feurs, disse Patrick Gourmelon, diretor de proteção humana do Instituto Proteção de Radioatividade e Segurança Nuclear.

 

 

“Os dados mostram que podemos considerar a contaminação significativa, mas não preocupante para a saúde dessas pessoas”, disse. “O nível não foi alto o suficiente para que houvesse impacto na saúde. Se isso tivesse acontecido com meu filho, eu dormiria em paz”, disse ele. Os homens que sofreram a contaminação serão acompanhados nos próximos dias, quando será verificado se a contaminação deixa os corpos dos trabalhadores pelo trato digestivo, afirmou ele.

 

Outra agência do governo, a Autoridade de Segurança Nuclear, disse que o incidente ocorreu quanto os trabalhadores estavam usando um robô para recuperar material contendo cobalto 60, que estava preso numa máquina usada para testar estruturas de engenharia. O material estava preso desde 7 de maio. A Autoridade de Segurança Nuclear considerou o incidente de ontem como nível 2, numa escala internacional de 7 usado para classificar incidentes nucleares.