NOSSO SERTÃO NÃO MERECE UMA USINA NUCLEAR

by

 

 

 

Cordel de Climério Lima (Jatobá-PE/outubro-2011)

Lido durante a passagem da Caravana Antinuclear naquele município

 

 

 

 

Vocês que estão em Brasília

Com as rédeas da nação

Nos gabinetes trancados

Para tomar a decisão

Escutem a voz do povo

Sofrido deste Sertão

 

Nosso Nordeste é marcado

Por seca, fome, abandono

Para o país um problema

Um território sem dono

E o Sudeste com as riquezas

E as benesses do trono

 

No passado nós lutamos

Até de armas na mão

Tantas guerras nós travamos

Revoltas, revolução

E produzimos riquezas

Pra engrandecer a nação

 

Acham pouco, meus senhores

Nossa contribuição?

Usinas no São Francisco

Iluminando a nação

A custa do ribeirinho

Sem direito a irrigação?

 

Porque querem construir

Nessa terra renegada

Uma usina nuclear

Pelo mundo condenada?

Porque não constroem mais

Hospital, escola, estrada?

 

Venham melhorar os níveis

Da nossa educação

Melhor salário, emprego

Projetos de irrigação

Proteger o São Francisco

Veia de amor do Sertão

Uma usina nuclear

É um perigo constante

Na União Soviética

Numa explosão gigante

Matou e espalhou câncer

Numa área bem distante

 

Também nos Estados Unidos

O acidente aconteceu

Fukushima no Japão

Com uma explosão sofreu

Depois de um terremoto

Aquela terra tremeu

 

O lixo dessas usinas

É um resíduo fatal

Não pode ser reciclado

Jogado em qualquer local

Se posto na natureza

É perigoso e mortal

 

 

Esse tipo de energia

É, por demais, perigosa

A causa de uma explosão

É ligeira e desastrosa

A energia do Sol

É muito mais vantajosa

 

Todos sabem: Temos ventos

Abundantes no Sertão

Para gerar energia

Sem a tal poluição

Essa usina nuclear

É uma contradição

 

Ao povo de Itacuruba

Pra que não seja enganado

Tem político querendo

Esse projeto aprovado

Pensem: se tiver dinheiro

Quem é o beneficiado?

 

 

Eu repondo sem pensar

O povo é quem não é

O dinheiro vai pros ricos

Comprarem carro e chalé

E fugirem da cidade

Quando o perigo vier

 

A região vai sofrer

Belém, Florest e Jatobá

Petrolândia, Paulo Afonso

Sem dever irão pagar

Se o rio São Francisco

Vier se contaminar

 

Também a piscicultura

Será bem prejudicada

A morte tomará conta

Da água contaminada

Se isso acontecer

Ninguém pode fazer nada

 

Projetos de agricultura

Terão que paralisar

Sergipe também Bahia

Preços altos vão pagar

De Pernambuco a Alagoas

Até descambar no mar

 

O problema, como sempre

Sobra pro povo sofrido

Precisamos nos unir

Criar um grande alarido

Político só tem medo

Do povo que está unido

 

Desculpem-me pelas rimas

Se não são do seu agrado

Sou um poeta pequeno

Que não quer ver aprovado

Esse projeto maluco

Pelo Governo criado

 

 

 

Anúncios

Tags:

7 Respostas to “NOSSO SERTÃO NÃO MERECE UMA USINA NUCLEAR”

  1. Amanda Says:

    Na tua veia tem poema
    Palavras que não se calam
    Parabéns menino, avante!
    A luta segue como grito
    Do coração de um gigante

  2. Ronald Fries Says:

    E você acha que a poesia vai resolver os problemas de energia do país?
    Porque não se preocupam quando existem soluções reais que não só resolvem o problema, mas que podem trazer alta tecnologia para o país e milhares de empregos? Porque esta indiferença?

    Porque vocês não reagem, parece que não querem uma solução, parece que ficar em uma situação sem saída é mais agradável.. .
    Qual é o problema, onde?
    Entramos em contato com muitas pessoas no Brasil para entregar a solução, uma verdadeira solução, seria, com as universidades federais e estaduais as quais ficaram de boca aberta e prometeram desenvolver e comunicar esta solução para o pais, para a pátria!., Desde março deste ano: NADA!

    O que esta acontecendo com o Brasil?
    Para quem este interessado: http://ning.it/pwLrUi

  3. Amanda Says:

    Ronald, meu caro
    Se a poesia vai ou não vai ajudar a resolver os problemas de energia do país eu não tenho a mínima ideia. Mas ainda assim, é uma forma de expressar uma opinião, não é mesmo?
    Opinião essa que cá entre nós, veio cheia de informação para quem se interessa e preocupa.
    O que se faz a partir disso é que cabe a cada um de nós.
    A força de vontade de lutar e o que se alcança com ela é que traça o rumo dessa realidade que vivemos hj, mas que pode sim ser contornada, como eu e você sabemos.
    Vc está falando com gente que com certeza já fez muito para mudar essa situação e que continua fazendo, seja através de poesia ou não. Energia limpa começa, por exemplo, dentro de casa com pequenas coisas. E sabe, há quem diga que as pequenas coisas são extremamente poéticas…

    • Ronald Fries Says:

      Claro evidente que tudo esta bom, cada reação, cada comentário.

      Pero ocupar se de uma solução que é existente, que temos a mano, que não custa nada para investigar: eu não compreendo que ninguém faz nada!

      Essa solução não é complicada de entender com um pouco de boa vontade.

      Não tenho que ser o único para defender esta solução, não é minha, é uma solução pelo mundo inteiro. Tudo o mundo tem que unir se para obter um resultado, para que os responsáveis da energia em Brasil se movem o bumbum! E tão difícil a compreender?
      Minha opinião: Uma protesta não tem sentido quando não se pode presentear uma alternativa (o solução) ao problema. Parece-me que nossa solução poderia ser A SOLUÇÃO em grande para sua protesta (seu cavalo de batalha).
      De um lado tudo o mundo chama pelo ajudo e de outro lado, quando se submete uma solução, ninguém quer escutar…

      Algo não esta bem, não funciona bem, que será?

      NB: Estou 100% em contra das usinas nucleares!!!

  4. Marise Jalowitzki Says:

    Olá, André, Amanda, Ronald! Gente que faz!!!

    Gosto de poesia e muita coisa mudou para melhor através de poemas e cancioneiros. (Veja-se a contribuição tremenda de Castro Alves na Abolição da Escravatura, para citar apenas um. A conscientização que se deu a partir de Geraldo Vandré, apesar de terem “sentado o cacete” depois!… O mesmo com Vitor Jara, Los Hermanos (ROU) e tantos outros. Mercedes Sosa…) Por isso, André, continue com suas poesias, essa é a minha opinião! Seu ativismo fica ainda mais rico. Abraço-te!

    Amanda, concordo com cada palavra do que escreveste e faço eco!

    Ronald, meu querido amigo suíço! Sei o quanto estás impaciente e até desgostoso. É mesmo muito difícil ter encontrado um caminho sustentável e barato e efetivo e não conseguir que alguém se disponha a tocar o projeto!!!

    Gente, o Ronald tem um Projeto (Linro Project) para fazer uso da energia gravitacional (giroscópio) para gerar energia elétrica limpérrima e não consegue uma resposta de algum órgão governamental ou ONG séria para demonstrar a eficácia de sua descoberta!

    Por isso, por favor, peço aos dois, André, Amanda e os demais que leram os belos versos – elucidativos e coerentes – que entendam o momento. E, se tiverem alguém com “ouvidos de ouvir” e condições de fazer acontecer, chamem este cientista para ouvir o que ele tem para mostrar!!! O link que ele deixou lá explica um tanto. A página com todas as referências é: http://ning.it/pxLr7C

    Abraços a todos!!!
    Marise Jalowitzki
    Porto Alegre – RS – Brasil
    COMPROMISSO CONSCIENTE

    • André Amaral Says:

      Oi Marise,
      Infelizmente ainda não tive muitos elementos para compreender sobre o projeto do Ronald e também não disponho de capital para desenvolvê-lo.
      Meu foco com o blog é divulgar informações que desmascaram o verdadeiro monstro que é a energia nuclear.
      De qualquer forma, claro que tenho interesse em conhecê-los e entender mais sobre o projeto.
      Quando estiverem em São Paulo, é só entrar em contato.
      Para o Ronald, eu diria que é preciso traduzir a linguagem física para as pessoas leigas. Não consegui traduzir o cerne de sua descoberta e acredito que você também não. Fica difícil ajudar, uma vez que não consegui entender para poder explicar.
      Mesmo assim, existem muitas pessoas em empresas, governo e na academia, que poderiam ajudá-lo no desenvolvimento dessa tecnologia.
      Com boas idéias, boa vontade e coração aberto, não há como não avançar!!
      Desejo boa sorte a todos envolvidos na equipe do projeto linro.

  5. Marise Jalowitzki Says:

    E para quem quiser participar, há uma campanha do Mario Miguel, no Facebook, para angariar assinaturas por um BRASIL SEM ENERGIA NUCLEAR!!!

    Vá direto para o Facebook e participe!
    CAMPANHA NACIONAL POR UM BRASIL LIVRE DE USINAS NUCLEARES

    Em meu blog, tenho vários artigos e referências. Se quiserem contribuir, enviem para compromissoconsciente@gmail.com

    Vários artigos sobre como está a situação do Brasil e a Energia Nuclear e as alternativas Energéticas
    http://compromissoconsciente.blogspot.com/2011/11/brasil-sem-energia-nuclear.html

    Abraços!!!

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: