Como estagiar e salvar o planeta

by

ONGs ambientais se organizam como grandes empresas e procuram estudantes talentosos.

iG São Paulo – 13/09/2010

Pense no que faz uma ONG ambiental e você não deve se lembrar de nada que se pareça com a rotina de uma grande empresa, com estruturas administrativas rígidas, carreiras e tudo mais. Pois as ONGs realmente fazem um trabalho diferente, mas o que pouca gente percebe é que as mais atuantes são geridas com as mesmas preocupações que norteiam o trabalho de qualquer executivo de multinacional – inclusive no que diz respeito ao recrutamento de mão de obra. O portal iG Estágio e Trainee falou com cinco das principais ONGs ambientalistas em atuação no Brasil sobre suas políticas para recrutamento de estagiários e trainees. Nenhuma delas procura estudantes engajados, todas estão querendo talentos e gente disposta a trabalhar e aprender.  Existem uma série de atrativos a ser considerados: muitas dessas ONGs são multinacionais espalhadas por dezenas de países, oferecem boas perpectivas de carreiras e pagam salários competitivos. Estão envolvidas diretamente em algumas das discussões mais quentes (ops, alguém ouviu falar de aquecimento global ?) e ainda oferecem espaço para criativos desenvolverem suas campanhas,  para ativistas organizarem suas ações, economistas trabalharem em suas fontes de financiamento…Ou seja, ONGs são organizações complexas e vibrantes e a boa notícia, só para lembrar, é que estão procurando talentos engajados ou não na defesa de pandas e ararinhas.  

A ONGs entrevistadas pelo portal informaram que não costumam manter programas formais periódicos para recrutamento de estudantes. As vagas são abertas de acordo com a necessidade dos projetos, mas a outra boa notícia é que os recrutamentos ocorrem frequentemente. 

Os estudante que se animaram com a ideia e pretendem participar da seleção devem manter seu currículo atualizado pa os sites dessas ONGs. Há vagas em diversas cidades. A WWF, por exemplo, sediada em Brasília (DF), mantém estagiários nas cidades de São Paulo (SP), Rio Branco (AC), Belém (PA) e Campo Grande (MS), a maioria ligada a projetos desenvolvidos nesses locais. Como atuam em várias frentes e são organizações complexas, as ONGs recrutam estudantes de várias carreiras, mas especialmente cursos ligados à conservação, como engenharia ambiental, biologia e geografia. Tabém há vagas para áreas de gestão, como administração de empresas, contabilidade e comunicação.

Engajado – Segundo Vinicius Duarte, encarregado de recursos humanos no Brasil da The Nature Conservancy (TNC), estar engajado à causa ecológica é importante, mas os requisitos de uma grande ONG se assemelham ao de uma empresa do mesmo porte, como seu conhecimento de inglês, por exemplo. A TNC é uma ONG norte-americana que atua em cerca de 30 países e conta com mais de um milhão de apoiadores cadastrados. No Brasil tem trabalhos concentrados na defesa da Mata Atlântica.

Esse é o mesmo critério adotado na ONG Conservação Internacional (CI-Brasil). De acordo com a coordenadora de recursos humanos da entidade, Cristiane Ribeiro, o fato de a pessoa ser engajada ou conhecedora da causa não é um fator que garanta a contratação do estudante. Essa qualidade, segundo ela “agrega”, mas não é definitiva. A CI, entidade norte-americana com sede em Washington, atua na preservação de áreas selvagens ou regiões marinhas de alta biodiversidade. Tem cerca de mil funcionários e está presente em 30 países. No Brasil mantém projetos no cerrado baiano, caatinga, mata atlântica, pantanal e em estações ecológicas marinhas, como a de Abrolhos, na Bahia.

O profissionalismo está presente também em entidades nacionais. No Funbio (Fundo Brasileiro para a Biodiversidade), que também contrata estagiários, o engajamento à causa nem é avaliado. De acordo com a analista de recursos humanos da associação, Erika Rupp, há um treinamento para os estagiários, com cursos e palestras, que acabam criando o envolvimento do estudante contratado.

Veja como estagiar em cinco das principais ONGs em atuação no Brasil e no mundo:

 Conservação Internacional

Carreiras: Biologia, comunicação, contabilidade e geografia.
Bolsa-auxílio: 800 reais
Locais: Belo Horizonte (MG), Brasília (DF), Caravelas (BA) e Salvador (BA).
Inscrições: Enviar currículo pelo e-mail rh@conservacao.org


Funbio – Fundo Brasileiro para Biodiversidade

Carreiras: Todas as áreas
Local: Rio de Janeiro (RJ)
Inscrições: Pelo site da entidade

Fundação Biodiversitas

Carreiras: De acordo com o projeto, geralmente geografia e biologia.
Local: Sede em Belo Horizonte (MG) e onde for desenvolvido o projeto.
Inscrições: Enviar currículo pelo e-mail biodiversitas@biodiversitas.org.br
The Nature Conservancy (TNC)

Carreiras: Todas as áreas
Local: Rio de Janeiro (RJ) sede, Belém (PA), Brasília (DF) e Curitiba (PR).
Bolsa-auxílio: De 400 reais (administrativo) a mil reais (quando ligado diretamente a projetos)
Inscrições: Pelo site da entidade

WWF-Brasil

Carreiras: Administração de empresas, biologia, contabilidade e engenharia ambiental.
Locais: Brasília (DF), São Paulo (SP), Rio Branco (AC), Belém (PA) e Campo Grande (MS).
Inscrições: Pela página de recrutamento.

 

Anúncios

Tags: ,

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: