Os desabamentos da Estrada de Santos

by

ANGRA DOS REIS
Publicado em 17/07/2010, às 18h37

Curvas Perigosas: Perigo de desabamentos e rota de escape incipiente em caso de tragédia nuclear na BR-101 preocupam moradores

 

Talita Ribeiro e Tatiane Rodrigues

Angra dos Reis

A condição da BR-101 (Rodovia Rio- Santos) no Litoral Sul do estado tem sido motivo de constante preocupação para os que trafegam pela via. Os moradores de Angra dos Reis, por exemplo, já estão cansados dos constantes desabamentos e interrupções na via e temem que tragédias voltem a ocorrer no trecho. Após muitas idas e vindas, o Dnit (Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes) garante que as obras emergenciais na Rio-Santos ficarão prontas dentro de 180 dias.
De acordo com engenheiro do órgão, Wanderson Lopes da Silva, as obras emergenciais na BR-101 estão em fase de conclusão, visto que o Dnit tem um prazo legal a ser cumprido para a execução do empreendimento.
– As manutenções estão acontecendo diariamente, e por determinação legal precisamos concluir as obras dentro do prazo máximo de seis meses – informou Lopes.
Segundo o engenheiro, a intervenção que será realizada entre os quilômetros que cortam os municípios de Angra e Paraty está em fase licitatória. Ele informou que a expectativa é os trabalhos nesta região comecem em breve.
A realização de obras que efetivamente resolvam os problemas estruturais da BR-101 é uma reivindicação da população, que acaba por enfrentar diversos tipos de problemas por conta da má conservação da rodovia. Alguns usuários da via questionam a ausência de um planejamento adequado que possibilite à região não sofrer tanto com problemas nas estradas durante o período de chuva.
– Atualmente, qualquer chuva simples que cai em Angra provoca vários pontos com deslizamentos. Os trechos que estão em obras, então, só pioram. Todas as estradas que cortam a região parecem estar desabando de tantos pontos críticos que aparecem. Qualquer um que passe pela Rio-Santos percebe o perigo que corre. Será que o poder público ainda não viu isso? Será que eles também não precisam passar pelas estradas da nossa região? – indagou o metalúrgico Bruno Matheus Carvalho.

Cobrança judicial

Em matéria publicada pelo Jornal DIÁRIO DO VALE na edição do dia 10 de junho, a Prefeitura de Angra dos Reis esclareceu ter entrado com processo judicial contra o Dnit devido à demora para o término das obras. Na época, o prefeito Tuca Jordão (PMDB) cobrou que o Departamento estabelecesse um cronograma de realização das obras, informando a data prevista para a conclusão de cada uma.
O prazo de execução das obras informada pelo engenheiro do Dnit, Wanderson Lopes, já é uma resposta ao processo judicial aberto pela prefeitura.O prefeito angrense disse esperar que os prazos estabelecidos sejam cumpridos, sem que haja necessidade de novos embates judiciais.- Entendo que a missão não é fácil devido à demanda de contenções em andamento, mas o município também tem seus problemas decorrentes das chuvas para equacionar. Nossa expectativa é de que, já para o próximo verão, as pistas da Rio-Santos estejam recuperadas – afirmou o Jordão.
Outro fator que preocupa a população de Angra é a utilização da rodovia em caso de acidente nuclear nas Usinas de Angra-I e II, que tornaria necessária a saída emergencial de um grande contingente de pessoas.
– As autoridades responsáveis pelas obras da rodovia deveriam pensar um pouco mais em como seria se acontecesse um acidente grave em uma das unidades, ou até mesmo alguma tragédia natural em Angra. Imagine a loucura que seria. A Rio-Santos está cheia de problemas, a RJ-155 também. Se um dia isso acontecer, todos iremos morrer sem ao menos conseguir sair da região – destacou o dentista Carlos Emanuel de Souza.
Questionado sobre uma possível contrapartida da Eletronuclear para a manutenção da rodovia, já que a BR-101 é via de escape em caso de possíveis emergências, Tuca Jordão afirmou que a prefeitura deve fiscalizar o cumprimento das obras.- Esse é um dever do órgão. Se a obra será realizada através de convênio ou parceria com a Eletronuclear, isso tem que ser tratado entre eles (Dnit e Eletronuclerar). O que cabe à prefeitura é cobrar a realização das obras – lembrou o prefeito.
Sobre a questão da contrapartida, a Eletronuclear informou que apenas auxilia o DNIT quando solicitada, com técnicos e equipamentos disponíveis dentro da Central Nuclear. Entre 2001 e 2003 a empresa assinou um convênio com o DNIT, já encerrado, dando apoio na manutenção e na recuperação da estrada.

População preocupada

A população também questiona os constantes engarrafamentos causados pela interrupção das vias. O enfermeiro Ângelo Cézar disse estar insatisfeito com o aumento do tempo necessário para realizar o seu habitual trajeto, além da preocupação com acidentes.- A Rio-Santos tem tantos pontos de interdição ou com queda de barreira e pedras que está insuportável trafegar pela rodovia, sem contar o perigo. Meu tio, por pouco, não foi atingido por uma pedra que caiu na pista. Ou seja, além do trânsito infernal que estamos enfrentando sempre, ainda temos que correr grande risco – ressaltou o enfermeiro.
Dentre os transtornos sofridos pelos motoristas, o congestionamento é o alvo principal das reclamações. A professora Claudenice Bragança também questiona a manutenção da rodovia, e disse acreditar que as políticas públicas acabam por desprestigiar os investimentos em infraestrutura que atendam à demanda populacional da cidade.
– Na hora de construir a Usinas de Angra todos arrumaram dinheiro do nada para investir, pensando só no lucro que vão ter. Mas na hora de pensar no bem da população, nas formas de melhorar as estradas em caso de algum acidente grave, não aparece dinheiro algum. Será que precisa acontecer uma tragédia a nível regional, morrerem milhares de pessoas, para eles perceberem que as estradas estão péssimas e precisam de obras? – desabafou a professora.

Anúncios

Tags: , ,

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: