‘O Brasil não deveria estar ligado a um Irã nuclear’

by

Publicada em 19/05/2010 às 12h14m

Artigo do leitor Antonio Paulo Diniz Pelosi

O Brasil sempre teve no Itamaraty uma referência de política exterior impecável. Mesmo na ditadura nossos diplomatas sempre foram elogiados devido a sua leitura imparcial e correta dos fatos. Tal independência sempre foi a guia mestra para todos os governos. Porém, a entrada do PT no governo fez com que o Itamaraty tivesse um viés na política, tirando dele o que tinha de melhor. Desta forma, passsamos a desprezar seus valiosos conselhos e a nos arremeter no mundo sem destino, sem rumo e ousadamente espaçosos.

O que estamos vendo neste momento é um presidente envaidecido de sua trajetória, turbinado pelo seu partido e seus pares de que tudo pode no atual mundo político. Sem nem mesmo olhar para dentro de seu quintal, coloca-se em uma só cartada toda uma nação na defesa de um presidente iraniano que vem sabotando dia após dia todos dos esforços da ONU para inspeção em suas usinas nucleares.

No entanto, tudo que aconteceu até aqui não foi sufuciente para que nosso Lula se desse conta de que o sujeito em questão só está ganhando tempo, para com isso enriquecer urânio. O Brasil com certerza não precisaria participar disso. Estar ligado a essa situação em que o mundo abonima um Irã nuclear, onde tem em suas metas a eliminação completa de um povo, no caso judeu, é por demais pesado para nosso povo. E tudo por conta de que alguns homens que no passado tentaram impor ao nosso país um regime comunista sem sucesso e que agora ressurgem novamente para mostrar ao mundo o tamanho de sua proeza, que é a de se confrontar contra os EUA.

Até para isto é necessário inteligência, e creio que este não seja o caso neste momento. Eu me pergunto: e agora presidente? O Conselho de Segurança da ONU nos ignorou e varreu para o lado todo o esforço feito para provar que o Irã irá colaborar. Como ficamos? Como seremos visto daqui por diante? Com certeza jogamos pela janela uma grande oportunidade. Será que depois de tamanha vaidade seremos ainda levados a sério numa eventual regornanização das Nacões Unidas?

Caríssimo presidente, eu diria que neste momento seria muito bom para o Brasil se Dilma não vencesse as próximas eleições, para que pudessemos mostrar ao mundo que o PT passou. Nossa febre de vedetismo e política ultrapassada ficou para trás. Aprendemos a lição. Deixe o país voltar a realidade. Já vimos, provamos e sinceramente espero que possamos passar longe disso nas próxima eleições.

Anúncios

Tags: , , ,

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: