Energia nuclear – nem tudo na vida se mede por cifrões…

by

Henrique Raposo é um colaborador de imprensa e um “blogger” que leio com particular interesse. Na maior parte das vezes até concordo com ele. Escreve tão bem quanto pensa. É, ademais, um dos poucos motivos que ainda me leva a ler o Expresso, jornal onde colabora semanalmente. Desta vez, porém, não foi assim. No “melhor pano caiu uma nódoa”, com alguma radioactividade mesmo… A única esperança que me resta é que a afirmação infra, por ter sido escrita no dia 1 de Abril, não seja para ser levada a sério. Na verdade, só assim se poderá compreender a cor com que rotulou o nuclear: “VERDE”…

Afirma Henrique Raposo: “Portugal não pode recusar debater a energia nuclear. Os portugueses até podem decidir que não querem o “nuclear”, mas devem saber o preço dessa recusa: a electricidade será sempre mais cara.

Da minha parte não tenho dúvidas em fazer, desde já, uma opção. Antes electricidade mais cara ( o que está por provar meu caro Henrique Raposo, porque a energia nuclear apenas cobriria uma percentagem mínima das necessidades energéticas nacionais) do que a saúde ameaçada pelas radiações. Discuta-se tudo o que se quiser, não tenho, pessoalmente, qualquer problema relativamente a isso. Mas será bom que os Portugueses se convençam dos perigos potenciais (e reais) do nuclear. É que nem tudo na vida se mede por cifrões. Pelo menos para mim…

http://corta-fitas.blogs.sapo.pt/3585453.html

Anúncios

Tags: ,

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: