INGÁ convoca reunião para discutir situação de comunidades de Caetité

by

Agecom

em 24/02/2010

Em decorrência dos problemas com abastecimento alternativo de água em comunidades da zona rural do município de Caetité, a 757 km de Salvador, após a interdição de poços que continham água com radioatividade acima do permitido pelo Ministério da Saúde, o Instituto de Gestão das Águas e Clima (INGÁ) convocou para esta quinta-feira (25), às 14h, uma reunião com diversas instituições governamentais para articular ações de acesso à água que garantam a segurança da população. Participam do encontro, que acontece na sede do INGÁ, no bairro do Itaigara, em Salvador, representantes da Prefeitura Municipal de Caetité, da Casa Civil do Governo da Bahia, da Embasa, da Companhia de Engenharia Ambiental da Bahia (Cerb), da Secretaria de Saúde da Bahia (Sesab), da Comissão Nacional de Energia Nuclear (CNEN), do Centro de Pesquisa e Desenvolvimento (Ceped), do Instituto do Meio Ambiente (IMA) e das Indústrias Nucleares Brasileiras (INB).

Desde outubro de 2008, já são nove pontos interditados pelo INGÁ e pela Secretaria de Saúde do Estado por conterem a presença de radioatividade alfa e beta acima do permitido pela portaria 518/04 de potabilidade de água do Ministério da Saúde, detectadas em campanhas trimestrais que são realizadas desde então. A interdição mais recente aconteceu em janeiro deste ano, quando a Prefeitura Municipal de Caetité foi notificada a suspender imediatamente o uso da água para consumo humano no poço da comunidade do Barreiro e a garantir o abastecimento alternativo de água para as famílias atingidas.

De acordo com denúncia de moradores e da imprensa, o abastecimento não está sendo feito de maneira eficiente pela Prefeitura Municipal, e o lacre do poço localizado no povoado de Barreiros está sendo violado por moradores, expondo a população a sérios riscos de danos à saúde.

O índice de radioatividade alfa encontrado neste poço foi 0,30, quando o padrão é 0,1Bq/litro, de acordo com a portaria 518 do Ministério da Saúde. Já o padrão para radioatividade beta é 1,0 Bq/l. Monitoramento é permanente Desde 2008, o INGÁ realiza trimestralmente a coleta e análise laboratorial de amostras de águas superficiais e subterrâneas em todos os pontos utilizados para abastecimento humano da população dos municípios de Caetité, Lagoa Real e Livramento de Nossa Senhora.

As campanhas, que fazem parte do Programa Monitora, analisam os parâmetros de radioatividade alfa e beta, urânio e de qualidade (pH, temperatura, turbidez, oxigênio dissolvido, demanda bioquímica de oxigênio, coliformes termotolerantes, nitrogênio total, resíduo total, fósforo, alumínio, ferro), além de outros metais do decaimento do urânio, como o rádio, tório, chumbo total, dentre outros.

Além do poço do povoado Barreiro e de outros dois utilizados para fins industriais no entorno da INB, os outros seis pontos que continuam lacrados desde novembro, com fornecimento de água suspenso por conterem radioatividade são: Torneira do Chafariz público do povoado de Maniaçu (Caetité); Caixa d’água da fazenda Paiol, próximo ao povoado de Lagoa de Timóteo (Livramento de Nossa Senhora); Caixa d’água da fazenda Goiabeira (Lagoa Real); margem da Lagoa Grande (Lagoa Real) – que é utilizada para dessedentação (consumo) animal; cacimba em frente ao colégio Dom Eliseu, do povoado de Lagoa Grande, no município de Lagoa Real; e Açude Cachoeirinha “Tanque do Governo” (Caetité), utilizado para dessedentação (consumo) animal. O poço da Prefeitura do povoado Barreiro, da zona rural de Caetité, abastece cerca de 25 famílias desde 2007, com água armazenada em uma caixa d´água.

Anúncios

Tags: , ,

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: